Aumentar Texto Diminuir Texto

Concurso de Poesias Gauchescas Inéditas.

Severiano Altair Borges 1º Lugar no Concurso de Poesias de 2014

O concurso de Poesias Gauchescas é bienal e alusivo ao Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria,
instituído pela Lei 614, de 17 de Setembro de 1965. As inscrições para participar do concurso são
abertas no ano anterior a realização do Rodeio tendo o seu resultado divulgado durante o evento.
					
2016
1º Lugar: Romance de quem moldou a querência- Sebastião Teixeira Corrêa (Caxias do Sul/RS) - ver
2º Lugar: Semente de campo e flor- Luís César Soares (Gravataí/ RS) - ver
3º Lugar: Ofício de carpideira– Josétti Gomes (Gravataí/ RS) - ver

2014
1º Lugar: Tropeiro...e tempo de tropas- Severiano Altair Borges ( Vacaria RS) - ver
2º Lugar: Olhai os homens do campo! Os de cavalo, os de pé no chão!- Julio Cesar Paim (Antônio Prado RS) - ver
3º Lugar: A Saga da trinta e três- José Atanásio Borges Pinto ( Lages SC) - ver

2012
1º Lugar: De Rédea, Laço e Rodeio- Arabí Rodrigues (Novo Hamburgo RS) - ver
2º Lugar: Porteira do Rodeio- Severiano Altair Alves Borges ( Vacaria RS) - ver
3º Lugar: Reflexo de uma gênese campeira- Carlos Eugênio Costa da Silva (Pelotas RS) - ver

2010
1º Lugar: João Crauno- Carlos Eugênio Costa da Silva ( Pelotas RS) - ver
2º Lugar: Sina de um Tropeiro- Carlos Eugênio Costa da Silva ( Pelotas RS) - ver
3ºLugar: Já fui um Campeiro- João Henrique Cunha ( Lagoa Vermelha RS) - ver

2008
1º Lugar: Tributo a José Mendes- Ramiro Amorin (Lages SC) - ver
2º Lugar: O Gancheiro- João Henrique Cunha (Lagoa Vermelha RS) - ver
3º Lugar: Resumo da evolução do Rio Grande - Armando Palaoro - ver

2000
1º Lugar: Romance para Dom Jayme- Julio César Paim  (Antônio Prado RS) - ver
2º Lugar: CTG Porteira do Rio Grande Palanque do Passado, Esteio do futuro- José Ari Borges do Amaral (Vacaria RS) - ver
3º Lugar: O tempo e seus senhores- Paulo Edson Paim - ver

1998
1º Lugar: Sonho Povoeiro- Luís Lopes de Souza - ver
2º Lugar: Tributo à Saga da mulher gaúcha- Sebastião Teixeira Corrêa - ver
3º Lugar: O Romance de reinventar os dias- Júlio César Paim - ver  

1996
1º Lugar: Pago Perdido- Luis Lopes de Souza - ver
2º Lugar: Serrano- Carlos Eugênio Costa da Silva - ver
3º Lugar: De algum trançador de sonhos- Carlos Eugênio Costa da Silva - ver

1994
1º Lugar: Potros de Luz- Júlio César Paim (Farroupilha RS) - ver
2º Lugar: Dos restos de um campeiro só- João C. Fontoura ( Farroupilha RS) - ver
3º Lugar: Voluntários do Martírio- Sérgio Carvalho Pereira ( Rio Grande RS) - ver

1992
1º Lugar: D'os Mascates de Si Mesmo- Júlio Paim
2º Lugar: Penúltima China- Antônio Augusto Fagundes
3º Lugar: Esse homem- Lauro Antônio Côrrea Simões

1990
1º Lugar:  Meu Mouro de Patas Brancas- Roberto Mara
2º Lugar: Prenda Gaúcha - Roberto Mara
3º Lugar: Semeadura: Maria Dinorah Luz do Prado (Porto Alegre RS)

1988
1º Lugar: Feitiço Vacariano- Maria Dornelles da Costa (Porto Alegre RS) - ver
2º Lugar: Boi- tatá- José Barros Vasconcellos (Porto Alegre RS) - ver
3º Lugar: Esperas Verdes- Maria Dinorah Luz do Prado (Porto Alegre RS) - ver

1986
1º Lugar: Gaúcho Atento- Maria Dinorah Luz do Prado (Porto Alegre RS) - ver
2º Lugar: Caminhos da História- José Atanásio Borges Pinto ( São José do Ouro RS) - ver
3º Lugar: Galpón de Estancia- Blanca Carpena de Menezes (Porto Alegre RS) - ver

1984
1º Lugar:  Despacito -Dinorá da Luz do Prado
2º Lugar: Tapera- Jorge Fischer
3º Lugar: Prenda Gaúcha – Roberto Mara

1982
1º Lugar: Cavalgada de amor- Maria Dinorah Luz do Prado (Porto Alegre RS)
2º Lugar: Um Tropeiro no rodeio- José Machado Leal (Porto Alegre RS)
3º Lugar: Gaúcho- Antônio Augusto Fagundes ( Porto Alegre RS)

1980
1º Lugar: Piazito Quatrocentão- Francisco Belvedere sob pseudônimo de Galponeiro - ver
2º Lugar: Florisbela do Paraguai-  Antônio Augusto Fagundes sob pseudônimo e Blau Nunes
3º Lugar: Querência Oitenta- sob o pseudônimo de Bento de Tal Antônio Fagundes Filho - ver

1978
1º Lugar: É o grito de rodeio- José Hilário Retamozo, sob o pseudônimo de Guajuvira - ver
2º Lugar: Rodeio- Matriz e Templo- José Hilário Retamozo sob o pseudônimo de Missioneiro Payaflor - ver
3º Lugar: O rodeio e a mulher gaúcha- Alzira Corrêa Retamozo, sob o pseudônimo de Jussara de Sepé - ver

1973
1º Lugar: Quadrilha da querência universal do eu- Maria Dinorah Luz do Prado, sob o pseudônimo de Gaúcho.
2º Lugar: Alma Nativa- João Pantaleão Gonçalves Leite, sob o pseudônimo de J. Penacho
3º Lugar: Mangueira Assombrada- Arabi da Silva Rodrigues, sob o pseudônimo Rodriguês

1972
1º Lugar: Rodeio Geral- Tio Calandro - ver
2º Lugar: Óde à Vacaria- Sejanes Dorneles, sob o pseudônimo de Juca Mulato - ver
3º Lugar: Baqueria de los piñales- sob pseudônimo de baqueriano dos pampas - ver

1966
1º Lugar: Rodeio do Tempo- Quintilhano Jaú
2º Lugar: Rodeio Crioulo- Andarego
3º Lugar: O Rodeio e o tempo- Juca Ramos